• Página Inicial
  • Palestra
  • Como correu...
  • Herói da semana
  • Vilão da semana
  • Entrevista
  • Vilão da Semana - Críticas a arbitragem

    27/09/2012
     

    Um tema sempre badalado no mundo futebolístico. Não há jornada em que um clube ou um desportista não consiga falar de arbitragens.

    Sempre criticados, raramente elogiados, mesmo quando um bom trabalho é feito, vivem sob uma constante pressão e, devido ao seu papel preponderante no desenrolar do jogo, são constantemente acusados como os principais culpados do desaire de uma equipa. Devido à importância que possuem, e à tamanha influência que exercem, que por vezes chega até a ser negativa, já houve casos de árbitros agredidos verbal e até fisicamente.

    A arbitragem portuguesa é constantemente referida pela comunicação portuguesa (alguns jornais, não todos, penso que sabemos quais são e porquê). No entanto, tivemos um árbitro na final da Liga dos Campeões e na final do Euro 2012, contrapondo com a ideia já fixa de que os árbitros portugueses são fracos e piores do que os outros.

    Mas atenção, não estou a escrever este post como uma defesa à arbitragem, pois também fazem muitos erros que prejudicam o Porto. Por exemplo, só esta época, já fomos bastante prejudicados na primeira jornada, se vocês se recordam. E não vou falar de outras épocas, e de alguns jogos particularmente escandalosos. Mas errar também é humano. Mas por vezes a indignação fora do normal, é perfeitamente plausível, quando os erros são feitos em circunstâncias suspeitas...

    Ainda esta jornada, não vou referir que jogo especificamente, mas parece que a arbitragem fez inúmeros erros numa partida, que parece ter sido escandalosa. Pelo menos a julgar por declarações de alguns dirigentes e do treinador, parece que o árbitro do encontro deveria de ser irradiado da profissão. O que se estão a esquecer, é que quem é mais beneficiado é a equipa em questão que supostamente foi prejudicada.

    Por isso só digo: chamar nomes aos árbitros entre amigos é normal,  tal como dar a opinião, boa ao má, ao juiz da partida num blog (como é o caso), ou num meio de comunicação social, tudo bem, desde que se mantenha a educação e o respeito. O que não se pode admitir, é insultos graves vindos de pessoas influentes na equipa "prejudicada", sendo que não só é um atentado à dignidade do árbitro, e que pode influenciar a sua vida fora das 4 linhas, e que pode causar danos na arbitragem do próximo jogo...


    0 comentários:

    Publicar um comentário