• Página Inicial
  • Palestra
  • Como correu...
  • Herói da semana
  • Vilão da semana
  • Entrevista
  • Como correu...: Partizan 27-25 FC Porto (Andebol)

    08/09/2012


    A frustração e a tristeza invadem-me a alma. Falhámos. Mais uma vez, falhámos. 

    Mais uma vez, a equipa de Andebol do FC Porto não conseguiu qualificar-se para a fase de grupos da Liga dos Campeões.

    Depois de um sorteio favorável, a esperança era mais uma vez grande. Tínhamos pela frente a árdua tarefa de bater o Partizan no seu próprio pavilhão, mas tínhamos equipa para ultrapassar esse obstáculo. Depois, teríamos a obrigação de vencer a final do Torneio de Qualificação, frente a uma equipa que seria certamente mais acessível do que a formação sérvia.

    O desenrolar do jogo deu razão a essa previsão, Um jogo equilibradíssimo, do princípio ao fim da 1ª parte, com as equipas empatadas em grande parte dos 30 minutos. O FC Porto estava fortíssimo na 1ª linha, mas falhava nos 6 metros, quer no ataque quer na defesa. Fazia falta Tiago Rocha, e faltava também algum pragmatismo na hora de aproveitar as oportunidades de que dispúnhamos. Várias foram as situações de vantagem numérica de que dispusemos, praticamente nenhuma as que aproveitámos. Nas jogadas em que conseguimos colocar alguém isolado nos 6 metros, principalmente nos contra-ataques, a história foi a mesma: muitas oportunidades, muito poucas aproveitadas.

    E assim chegava o intervalo. 14-13, vencia o Partizan.

    O FC Porto entrou mal na 2ª parte. Muita desconcentração, e 5 minutos depois do início do tempo complementar já perdíamos por 19-15. Obradovic viu-se obrigado a utilizar o time-out de que dispunha. O "raspanete" deu resultado, e o FC Porto foi recuperando, até que chegou ao empate (23-23).

    Depois, voltou o problema da 1ª parte: muito nervosismo, pouca experiência, pouco aproveitamento das oportunidades. Depois de novo empate, desta feita a 25, o Partizan marcou 2 golos sem resposta. Com quase uma dezena de ataques nesse intervalo de tempo, o FC Porto não foi capaz de transformar nenhum deles em golo.

    Estava feito o resultado final. 27-25, a favor do Partizan. Os dragões haviam falhado mais uma vez um dos seus principais objectivos para a época.

    Resta agora recuperar o ânimo e vencer o jogo de amanhã, de forma a tentar fazer boa figura na Taça EHF. E, claro, há que conseguir revalidar o título nacional.

    0 comentários:

    Publicar um comentário