• Página Inicial
  • Palestra
  • Como correu...
  • Herói da semana
  • Vilão da semana
  • Entrevista
  • Como correu...: FC Porto 4 x 0 Beira-Mar

    23/09/2012
    Porto vs Beira Mar (LUSA) 

    O FC Porto voltou ontem ao campeonato, na demanda de conquistar mais três pontos na perseguição ao Tri. A missão foi bem sucedida, tendo levado de vencida o Beira-Mar, com uma goleada de quatro golos sem resposta, numa boa exibição!

    Rapidamente se percebia que jogo se tinha pela frente. Um adversário tímido que não arriscava muito, jogando mais atrás da linha da bola. No entanto, e como é habitual com estas equipas que defendem com onze jogadores, é complicado até marcar o primeiro golo. 

    E o Porto desde cedo demonstrou essa vontade de chegar ao primeiro golo cedo, de modo a que as coisas se tornassem mais fáceis. Nos primeiros minutos de jogo, Rui Rego foi obrigado a efetuar belíssimas defesas, se queria manter a sua baliza inviolável durante o maior tempo possível, após livres de James com cabeceamentos de Maicon e Jackson. Ao minuto 16´, foi o próprio James que esteve perto do golo, levando a bola a beijar a trave. O golo azul e branco, chegou ao minuto 33´. E, meus amigos, que golaço! James fez a bola chegar ao colombiano, e este recebe com o peito e manda um estonteante pontapé de bicicleta, que faz a bola entrar na baliza. Houve magia no Dragão!

    O segundo golo chega seis minutos depois, quando, novamente a passe de James, Varela fuzila a baliza. Tudo resolvido já na primeira parte.

    Após o intervalo, o terceiro golo chega muito rapidamente, por intermédio de James. Já com tudo resolvido, Vitor Pereira aproveitou para dar minutos a jogadores que não têm tido muitas oportunidades, como é o caso de Iturbe, que aproveitou para mostrar aos adeptos e ao treinador boas coisas, como a criação de espaços onde eles não existem, e quase fez um golo num bom remate.

    Fomos gerindo o jogo, num ritmo mais baixo, mas criando algumas oportunidades, e o quarto golo chegou, por Maicon, num remate de cabeça.

    Sinteticamente, foi um bom jogo, com uma goleada e uma boa exibição dos homens de Vitor Pereira. Tem-se que dar destaque à equipa, mas também ao mister, que esta época pretende apagar as exibições cinzentas da época passada, sendo que este já é um dos vários jogos esta época em que fizemos boas exibições.

    Mérito neste jogo, também para James. O colombiano a dez, é simplesmente um mágico e divinal! Vitor Pereira tem aqui uma dor de cabeça, mas explicou bem na flash-interview. Refira-se que é meu desejo que Lucho e James joguem juntos, apesar de ser dificil os dois jogarem nas suas posições corretas, mas acho que os dois são essenciais.

    Destaques positivos:

    - James: Melhor em campo, com duas assistências, um golo e um punhado de lances cheios de classe a dez.

    - Defour:  Está finalmente a revelar o porquê do Porto ter apostado nele.

    - Alex Sandro: Está a crescer e nota-se isso. Está já um exelente jogador.

    - Jackson: Depois da "borrada" na Champions, provou que apenas era nervosismo, demonstrando uma boa exibição hoje, coroada com um golo monumental.

    - Consecutivas boas exibições da equipa.

    Destaques negativos:

    - Mangala: Continuo a acreditar que vai ser como Maicon e surpreender todos, mas é demasiado agressivo e ainda tem paragens cerebrais.

    Isto que vou dizer, não é bem um destaque negativo, pois João Moutinho simplesmente não joga mal, mas ainda não voltou ao que era.

                                                               Objetivo: Continuar assim!




    0 comentários:

    Publicar um comentário