• Página Inicial
  • Palestra
  • Como correu...
  • Herói da semana
  • Vilão da semana
  • Entrevista
  • Análise de plantel - Defesas

    30/07/2012

    Depois de termos escrutinado os donos das luvas que defendem as redes da nossa baliza (aqui) urge analisar o sector defensivo da nossa equipa. Assim, torna-se importante perceber quais os recursos humanos que temos à nossa disposição. É necessário perceber quais as mais-valias, as qualidades e os defeitos de cada um e o lugar que merecem (ou deviam merecer) na equipa. 


    A posição de defesa é uma das mais exigentes num jogo de futebol. Para além de ser impreterível a propensão ao não-erro, é também necessário pensar sempre à frente do opositor. Passo a explicar... um defesa não tem de ser criativo nem nada que se pareça. Deve saber e possuir o dom de prever e anular a criatividade alheia, seja da equipa ou individual, através de uma perfeita leitura de jogo. A partir daqui, há vantagens que acabam por ocultar, menorizar ou mesmo colmatar alguns defeitos. Um mau posicionamento pode sempre ser colmatado por velocidade e rapidez de raciocínio. Percebem? E como este exemplo, há muitos outros.

    Felizmente para nós, adeptos, o NGC sempre foi muito bom neste sector. Nos tempos mais antigos, lembro-me de Aloísio, Jorge Costa e João Pinto. Fernando Couto também enchia o olho. Mais recentemente, quem poderá alguma vez esquecer Ricardo Carvalho, Pepe ou Bosingwa?
    Assim, à partida para esta temporada, o plantel azul e branco possui 13 jogadores nas fileiras defensivas da equipa. São eles:

    - Maicon;
    - Otamendi;
    - Mangala;
    - Rolando;
    - Álvaro Pereira;
    - Sereno;
    - Alex Sandro;
    - Miguel Lopes;
    - Sapunaru;
    - Danilo;
    - Emídio Rafael;
    - Abdoulaye;
    - David Addy;

    Centro da defesa:
    Começando pelo eixo da defesa, somos contemplados com um feliz dejá vu onde sobressaem Maicon, Otamendi, Rolando e Mangala. Não pertencendo ao lote restrito de melhores do mundo, embora não muito longe, são, de certeza, donos dos lugares cimeiros dos melhores defesas de Portugal. Não se adivinham surpresas em relação aos titulares. Otamendi chegou com rótulos de estrela do futebol argentino, denotando, já no nosso clube, alguma falta de cultura tática e um grande handicap no passe. Já Maicon, depois de um atribulado início, onde era relegado para 4.º central, foi crescendo, aperfeiçoando-se, conquistando assim a titularidade no centro da nossa defesa. O homem da foto é a referência da defesa, neste momento.
    Está assim definida a frente da defesa: Maicon e Otamendi. E assim será, caso os interesses financeiros não se sobreponham aos desportivos. Caso isso aconteça, poderemos assistir ao aparecimento de outra dupla: Maicon e Rolando. Porém, quanto a este último, ainda nada podemos comentar. Encontra-se com o futuro incerto e parece que só vai sair pelo preço certo, apesar de muito abaixo do que realmente vale, fruto da má época que realizou. As qualidades estão lá. O esforço e a vontade é que teimam em aparecer. Principalmente quando se encontram contrariados...
    Mangala, o 4.º central, possui todas as qualidades para ser um verdadeiro líder. No entanto, a sua tenra idade e a falta de experiência relegam-no para um injusto mas adequado lugar no plantel. Caso se assista à saída de Rolando, Mangala será o suplente mais provável dos dois centrais titulares. Esperemos que siga as pisadas do seu compatriota Thuram e que consiga ser um jogador de topo.
    E assim cria-se um verdadeiro quebra-cabeças no centro defensivo. Analisemos as opções. Por um lado temos um Abdoulaye que regressou recentemente da Académica, onde realizou uma época bastante acima das expetativas, mas que ainda não provou o suficiente para ficar num grande clube. Por outro temos um Sereno na idade onde, supostamente, os defesas atingem o pico da carreira, que regressa também de um empréstimo e pretende provar que merece realmente ficar no clube. Quem ficará, caso surja este cenário? Só o treinador é que pode dar a resposta.

    Lado esquerdo da defesa:
    Mais uma posição, mais um caso de indefinição no plantel. Um que urge uma rápida solvência. Álvaro Pereira, contrariado, já brindou os adeptos com uma época abaixo das expetativas. Perante este cenário de saída forçada, já é bastante percetível a vontade de clube em vender o jogador, tendo sido o único jogador disponível que ainda não somou minutos nos jogos da pré época. Adivinha-se, assim, uma ascenção do seu afamado suplente, Alex Sandro, à titularidade da posição esquerda da defesa. É mais um miúdo que se transferiu com rótulo de estrela e, com uma época europeia no lombo, já pode aprimorar o seu estilo de jogo encontrando-se pronto para mostrar as qualidades que possui.
    Quem poderá ficar no lugar que Alex Sandro deverá deixar vago? A disputa será entre David Addy, que anda a denotar algum crescimento e menos ímpeto na disputa de bola, e Emídio Rafael, que, infelizmente, ainda se encontra debilitado devido à lesão. Assim, talvez aposte em Addy. Dois jovens para o mesmo lugar? Adivinha-se uma luta bem intensa pela titularidade.

    Lado direito da defesa:
    Mudam as épocas, mudam os jogadores. E esta época começa com mais uma mudança no lado direito da defesa. O miúdo maravilha Danilo (que tanto se insiste em relegar para defesa direito) que faz lembrar o outro Maicon que não o nosso deverá ser o dono do lugar não deixando espaço para mais ninguém. Tem força, técnica, altura, passe, desarme, vontade, jogo de equipa... enormes qualidades para um enorme jogador que poderá pertencer ao lote restrito de melhores jogadores do mundo.
    Já no "lado oposto" podemos encontrar Sapunaru. A vontade e a entrega não chegam para convencer o treinador e o jogador parece já caminhar para a porta de saída. Esperam-se novos desenvolvimentos nos próximos dias. Para a memória fica o ódio ao clube de vermelho.
    Resta Miguel Lopes que, depois de ter andado pelo futebol espanhol e de um ingresso intermitente no clube bracarense, regressa ao clube azul e branco para provar que merece realmente ficar no plantel. Deverá ser ele o dono do lugar vago deixado por Danilo.

    São estas as apostas defensivas para a época que se avizinha. A todos um enorme desejo de sucesso da parte do Azzul24.

    0 comentários:

    Publicar um comentário