• Página Inicial
  • Palestra
  • Como correu...
  • Herói da semana
  • Vilão da semana
  • Entrevista
  • Como correu...: Mercado de transferências

    12/09/2013
    Agora que todos os mercados estão fechados, é a altura ideal para fazer um balanço deste agitado período de transferências dentro do FC Porto. As duas principais saídas aconteceram cedo o que nos preveniu para qualquer surpresa perto do fecho do mercado (ou já depois, lembre-se de Hulk). James e João Moutinho transferiram-se para o AS Mónaco ainda no final de Maio, sendo que o FC Porto teve tempo suficiente para os substituir. Para além destas duas saídas,  também Sérgio Oliveira e Seri (Paços de Ferreira), Sereno (Kayserispor), Bracalli (Panetolikos) e Ukra (Rio Ave) saíram em definitivo. Mangala, Fernando e Jackson foram fortemente apontados à saida mas acabaram por ficar, o que se pode revelar muito importante para esta época.


    James e Moutinho renderam 70M aos dragões
    Mas neste mercado também foram vários os jogadores emprestados pelo FC Porto. Abdoulaye e Tiago Rodrigues (que tinha chegado neste mesmo verão) foram emprestados ao Vitória de Guimarães, Djalma foi emprestado ao Konyaspor, ao passo que o guarda-redes Stefanovic foi emprestado ao Arouca, equipa que se estreia este ano na primeira liga. O central português Rolando foi emprestado aos italianos do Inter e o seu compatriota André Castro rumou à Turquia, mais precisamente ao Kasimpasa. Por fim, também Iturbe rumou para Itália onde irá jogar no Hellas Verona. Kléber deveria ter sido emprestado, mas acabou por ficar no Dragão onde irá competir pela equipa B de bom grado.



    A nível de entradas posso dizer que, para mim, foi um dos anos em que o FC Porto contratou melhor. Contratámos Ghilas ao Moreirense, tendo assim um excelente substituto para Jackson Martinez; adquirimos Josué (Paços de Ferreira) e Licá (Estoril), que se têm revelado importantes neste inicio de época. Para além de Licá, também o brasileiro Carlos Eduardo chegou proveniente do Estoril. O extremo Ricardo e Tiago Rodrigues chegaram do Vitória de Guimarães, sendo que o ultimo foi emprestado à equipa da cidade do berço. E foi isto, a nível nacional. Jogadores jovens, mas com tremenda qualidade e que poderão vir a ser bastante importantes para os dragões.


    Os dois reforços até já foram chamados à seleção!
    Fora de Portugal, o FC Porto fez quatro contratações. Sinan Bolat, guarda-redes turco proveniente do Standard Liege e que deverá ficar sem competir esta época (pelo menos até Janeiro) pois vem de uma grave lesão. Herrera, ex-Pachuca, e Diego Reyes, ex-America, são os dois reforços mexicanos. O primeiro é médio e tentará entrar no 11 de Paulo Fonseca aos poucos, sendo que ainda não teve muitas oportunidades, já o segundo é um jovem central que, conforme é normal no FC Porto, terá este primeiro ano de aprendizagem, sem jogar muito na equipa A, e, para o ano, começará a disputar o seu lugar nas escolhas do treinador. Por fim, o jovem Quintero. Colombiano e dado como um dos jovens mais promissores do momento, chegou do Pescara e tem deixado os adeptos com água na boca sempre que é chamado


    Quintero acabará por entrar no 11 mais cedo ou mais tarde
    E foi isto que se passou no mercado azul e branco, sendo que o único caso que ficou por resolver foi o de Ventura, guarda-redes português que na época passada esteve emprestado ao Sporting B.

    E tu, o que achaste do desempenho do FCPorto neste mercado de transferências  Gostaste das entradas? Podíamos ter contratado mais alguém  A saída de Moutinho e James era evitável?

    0 comentários:

    Publicar um comentário